comparar


múltiplos possíveis
com


Georges Berger

personalia

Belgian
14 September 1918
23 August 1967 (48)
Mack Hellings (14 September 1915)

estatísticas

0 (0%)
0 (0%)
0 (0%)
0 (0%)
0
20th
2
2
2
0 (0 média de pontos por corrida)
2 (100%)
1953 Belgian Grand Prix
1954 French Grand Prix

sobre Georges Berger

Georges Berger (14 September 1918 in Sint-Jans-Molenbeek, near Brussels – 23 August 1967 at the Nürburgring) was a racing driver who raced a Gordini in his two World Championship Formula One Grands Prix.

He initially competed during the 1950s in a Formula 2 BMW-engined Jicey with which he finished third in the Grand Prix des Frontières at Chimay. In 1953 he raced for the Simca-Gordini team and finished fifth at the same track. He entered the same car (a 1.5-litre 4 cylinder Gordini type 15) in the Belgian Grand Prix but retired after only three laps with engine failure. The following year he raced a Gordini with nothing more than a fourth position at Rouen. After this he faded from single-seater racing.

Later in his career he shared the winning Ferrari at the 1960 Tour de France automobile. He was killed racing a Porsche 911 in the 1967 84-hour Marathon de la Route at Nürburgring.


fonte: Wikipedia

temporadas

1953, 1954,

posições finais

posições de grade

vitórias

# evento F1 construtor

poles

# evento F1 construtor

equipes & companheiros de equipe

temporada companheiro de equipe
1953 Pablo Birger
Simca comparar 1953
1954 Jean Behra
Élie Bayol
Roger Loyer
André Pilette
Paul Frère
Jacques Pollet
Clemar Bucci
Fred Wacker
Gordini comparar 1954

notícias

Atual campeão mundial da Fórmula 1 após ter superado o britânico Lewis Hamilton, multicampeão da categoria com a Mercedes, de forma polêmica em 2021, o holandês Max Verstappen, da Red Bull, foi moldado pelo pai, Jos, para fazer sucesso na elite do esporte a motor mundial.
O editor recomenda:

F1: Com vitória em Miami, Verstappen iguala marca do sogro Piquet e entra para grupo ...Continue lendo

leia

Gerhard Berger acredita que Lewis Hamilton e Ayrton Senna sejam os melhores pilotos de Fórmula 1 que já viu em sua carreira, acreditando que a abordagem do heptacampeão o coloque "no meio" do brasileiro e de Alain Prost, usando sua experiência para ser "muito sereno" na pista.
No ano passado, Hamilton perdeu a chance de conquistar o inédito octacampeonato de pilotos após perder a batalha ...Continue lendo

leia

A intensa batalha entre Lewis Hamilton e Max Verstappen pelo título de 2021, que já ultrapassou algumas vezes o limite para a controvérsia, é exatamente o que a Fórmula 1 precisa, afirmou o ex-piloto Gerhard Berger.
Hamilton e Verstappen terão mais um round de sua disputa na Rússia neste fim de semana, dando sequência a mais uma polêmica batida, agora no GP da Itália. O caso de Monza ...Continue lendo

leia

A pressão é a culpada pela corrida relativamente ruim de Sebastian Vettel no GP do Bahrein, disse o ex-piloto de Fórmula 1 Gerhard Berger.
Vettel teve um começo desfavorável como piloto da Aston Martin na primeira etapa da temporada de 2021, no final de semana passado. O alemão terminou em 15º lugar depois de ser penalizado por uma colisão no final da corrida com a Alpine de Esteban ...Continue lendo

leia

Valtteri Bottas tem um dos maiores desafios do grid da Fórmula 1, dividindo a garagem com o heptacampeão Lewis Hamilton. E apesar do finlandês sempre se manter otimista, afirmando que consegue bater de frente com o companheiro de equipe, isso não se reflete nos resultados, ficando atrás nos quatro anos da parceria. Mas para o ex-piloto Gerhard Berger, Bottas não tem chance nenhuma contra o ...Continue lendo

leia

O ex-piloto de Fórmula 1 Gerhard Berger acredita que a rivalidade existente entre Max Verstappen e Charles Leclerc chega a patamares similares à vista entre Ayrton Senna e Alain Prost no final dos anos 1980. Mas, para o austríaco, nenhum dos dois chega ao patamar de piloto mais completo do grid, título que ele deixa para o heptacampeão Lewis Hamilton.
Verstappen e Leclerc são figuras ...Continue lendo

leia

Ex-piloto da Ferrari na Fórmula 1, o austríaco Gerhard Berger falou sobre a escuderia após a pior temporada da equipe italiana desde 1980 e aproveitou para criticar o time de Maranello, especialmente em relação à maneira como as coisas são conduzidas na fábrica vermelha. Segundo ele, apenas o compatriota Niki Lauda e o alemão Michael Schumacher conseguiram obter sucesso no 'esquadrão' do ...Continue lendo

leia

Nesta sexta-feira (18) a Red Bull anunciou oficialmente que Sergio Pérez fará parte da equipe a partir da próxima temporada, uma novidade já aguardada por todos da F1 nas últimas semanas. O mexicano superou Alex Albon na corrida pelo assento ao lado de Max Verstappen, com o anglo-tailandês se tornando piloto de testes e reserva do time.
Gerhard Berger, que tem um relacionamento de longa ...Continue lendo

leia

Apesar de marcar época como companheiro de Ayrton Senna na McLaren, Gerhard Berger também tem grande ligação com a Ferrari, equipe que passou por seis temporadas, entre 1987 e 1989 e de 1993 a 1995.
Em entrevista ao podcast MotorsportMagazine, o austríaco falou sobre a relação patriótica da equipe na sua época, que é impossível nos dias de hoje, segundo ele.

Leia ...Continue lendo

leia

Mesmo sem conquistar um mundial, o austríaco Gerhard Berger é um nome importante da Fórmula 1 nos anos 80 e 90, acumulando 10 vitórias em 210 GPs disputados, além da parceria com Ayrton Senna em seus anos finais na McLaren. E para Berger, apesar dos recordes de Lewis Hamilton e Michael Schumacher, o tricampeão brasileiro é o melhor piloto da história.
Berger correu na McLaren entre 1990 ...Continue lendo

leia

Gerhard Berger criticou a Ferrari por transferir aos pilotos as responsabilidades por seu carro ruim e defendeu Sebastian Vettel das críticas: "Ele não esqueceu como pilotar". O ex-companheiro de Ayrton Senna na Fórmula 1 ainda aconselhou o tetracampeão a se aposentar ao invés de ir para a Racing Point (Aston Martin) em 2021, pois acredita que a equipe não será capaz de dar um carro ...Continue lendo

leia

Campeão mundial de endurance (WEC) e ex-piloto de Fórmula E e Fórmula 1, Bruno Senna é um dos principais expoentes do esporte a motor brasileiro nos últimos anos, tendo grande destaque internacional.
Além de tudo, o piloto é sobrinho de Ayrton Senna, tricampeão mundial de F1 e considerando um dos maiores pilotos de toda a história do automobilismo global.

Leia ...Continue lendo

leia

No dia 30 de abril de 1994, um dia antes do acidente fatal do brasileiro Ayrton Senna, o austríaco Roland Ratzenberger perdeu a vida após forte batida durante o treino de classificação para o GP de San Marino de Fórmula 1.

O austríaco tinha 33 anos e vinha de categorias variadas: BTCC em 1988; Fórmula 3000 Japonesa entre 1990 e 1993; e participações nas 24 Horas de Le Mans ...Continue lendo

leia

Nesta quinta-feira, a comunidade do esporte a motor mundial relembra o grave acidente sofrido por Gerhard Berger no GP de San Marino de 1989. Naquela prova da Fórmula 1, disputada há exatos 31 anos, o austríaco 'renasceu'.

Leia também:

Hakkinen critica ideia de fazer vários GPs na mesma pista: "Pode ser frustrante"
Piquet relata rivalidade com Mansell: "Fiz de tudo para ele ...Continue lendo

leia

Link to or share this page

compartilhe ou salve

Georges Berger

Rede social


Copiar link

apenas clique no link e copie para usar o endereço em outros sites.