comparar


múltiplos possíveis
com


F1 construtor - Honda

personalia

Japanese

estatísticas

3 (3.4%)
2 (2.3%)
1st
8
88
156

sobre Honda

Honda has participated in Formula One, as an entrant, constructor and engine supplier, for various periods since 1964. Honda's involvement in Formula One began with the 1964 season; their withdrawal in 1968 was precipitated by the death of Honda driver Jo Schlesser during the 1968 French Grand Prix. They returned in 1983 as an engine supplier, a role that ended in 1992. They returned again in 2000, providing engines for British American Racing (BAR). By the end of 2005 they had bought out the BAR team, based at Brackley, United Kingdom, and renamed their new subsidiary Honda Racing.

It was announced on 5 December 2008 that Honda would be exiting Formula One with immediate effect due to the global financial crisis and were looking to sell their team. On 27 February 2009 it was announced that team principal Ross Brawn had led a management buyout of the Brackley team. The team raced successfully as Brawn GP in 2009.

On 17 May 2013, Honda announced their intention to return to the sport in the 2015 season under a works agreement with McLaren to supply V6 engines and kinetic energy recovery system (KERS) units. The Honda engines prove to be unreliable, fuel thirsty, and underpowered, with Honda head calling the engine's reliability problems a "disaster". McLaren dropped Honda after three years, with Toro Rosso agreeing to use Honda engines in 2018.


fonte: Wikipedia

temporadas

1964, 1965, 1966, 1967, 1968, 2006, 2007, 2008,

posições finais

posições de grade

pilotos campeões

campeonato dos contrutores

pilotos que dirigem para o construtor

# piloto
1 Ronnie Bucknum
2 Richie Ginther
3 John Surtees
4 Jo Schlesser
5 David Hobbs
6 Jo Bonnier
7 Jenson Button BUT
8 Rubens Barrichello BAR

Honda notícias

O segundo abandono de Max Verstappen na temporada 2022 da Fórmula 1, durante o GP da Austrália, deixou muitas dúvidas sobre a confiabilidade da Red Bull. Mas o chefe da equipe, Christian Horner, diz estar confiante de que a Honda tenha solucionado o problema na linha de combustível que forçou o holandês a parar em Melbourne.
O campeão de 2021 vinha em segundo atrás de Charles Leclerc ...Continue lendo

leia

A Ferrari está otimista de que tenha superado o déficit de potência de 25 cavalos que tinha no ano passado para os rivais da Fórmula 1 Mercedes e Honda, acreditando que pode até estar na frente. A equipe de Maranello é vista como uma das favoritas a esse começo de temporada após dois testes sólidos em Barcelona e no Bahrein.
Além de um grau de confiança sobre o chassi do F1-75, o ...Continue lendo

leia

A Honda acredita que outros fabricantes da Fórmula 1 estão deliberadamente minimizando a dificuldade que todos estão enfrentando para recuperar a potência perdida devido à mudança para um combustível mais sustentável.
Como parte da revisão das regras para este ano, a F1 está exigindo que os carros usem combustível E10 – que é uma mistura de 90% de combustível fóssil e 10% de ...Continue lendo

leia

A Honda deve continuar fornecendo unidades de potência para a Red Bull até o final de 2025, em uma drástica mudança de plano da escuderia. A montadora havia cessado seu envolvimento no esporte na temporada passada e, a partir de agora, a equipe austríaca está pagando por seus serviços, incluindo o desenvolvimento do motor de 2022 com a mudança do combustível E5 para E10.
A ...Continue lendo

leia

O programa de motores da Red Bull na Fórmula 1 ganhou uma grande injeção de ânimo com a notícia de que poderá contar com os serviços de Masashi Yamamoto, ex-diretor de operações da Honda na categoria.
Com a montadora japonesa saindo da F1 no final do ano passado, a Red Bull está assumindo as rédeas com a Red Bull Powertrains, assumindo a propriedade intelectual da Honda para produzir ...Continue lendo

leia

O chefe da Honda na Fórmula 1, Masashi Yamamoto, lamenta que a fabricante japonesa tenha deixado a categoria muito cedo e espera que a marca retorne um dia.
Em outubro de 2020, a Honda anunciou que encerraria seu programa de F1 após a temporada de 2021, depois de sete anos fornecendo unidades de potência híbridas para primeiro a McLaren e depois AlphaTauri e Red Bull.
Leia ...Continue lendo

leia

Fernando Alonso diz que é "triste" ver a saída da Honda da Fórmula 1 logo após conquistar o título de pilotos com Max Verstappen e a Red Bull. Mesmo que tenha vivido momentos tensos com a montadora em seus anos de McLaren, o bicampeão reconhece o papel da marca na categoria, além de revelar que ainda tem bom relacionamento com nomes importantes da Honda.
A montadora anunciou em outubro ...Continue lendo

leia

O chefe de automobilismo da Honda, Masashi Yamamoto, disse que o feedback de Max Verstappen foi inestimável e os ajudou a melhorar durante seu tempo na Fórmula 1. A montadora japonesa começou a trabalhar com a Red Bull em 2019 e, no terceiro ano da parceria, conquistou o campeonato de pilotos com o holandês.
O piloto apoiou o 'casamento' da escuderia com a marca desde o início e sempre foi ...Continue lendo

leia

Jenson Button acredita que seja "uma pena" o fato da McLaren não tenha continuado a parceria com a Honda após ver a montadora japonesa campeã da Fórmula 1 em 2021 com Max Verstappen e a Red Bull.
A Honda retornou à F1 em 2015 após uma ausência de seis anos como fornecedora de motores da McLaren, mas o relacionamento tenso e de pouco sucesso levou ao fim da parceria depois de três ...Continue lendo

leia

O diretor técnico da Honda, Toyoharu Tanabe, disse que o título de Max Verstappen com a Red Bull na Fórmula 1 é um testamento da crença interminável da montadora japonesa de que seu programa de motores teria sucesso algum dia.
A Honda voltou ao esporte como fornecedora de motores da McLaren em 2015, mas teve um início desastroso, com performances bem abaixo do esperado e motores sem ...Continue lendo

leia

A resposta a uma das perguntas mais importantes às vésperas do GP da Arábia Saudita de Fórmula 1 deve vir apenas durante o fim de semana: Max Verstappen trocará o motor de combustão interna pagando cinco posições no grid? Helmut Marko deu a entender que a Red Bull quer insistir com a unidade de potência da Rússia, mas rumores indicam que a Honda busca substituir o V6 por um novo, algo ...Continue lendo

leia

Fernando Alonso conseguiu seu 98º pódio na Fórmula 1, no GP do Catar. O espanhol largou da terceira posição depois de se classificar em quinto e foi beneficiado por punições de última hora de Max Verstappen e Valtteri Bottas.
Leia também:

Alonso comemora primeiro pódio na F1 desde 2014: "Esperei muito tempo por isso"
VÍDEO: 'Meme' de Alonso tomando sol em Interlagos ...Continue lendo

leia

Apesar de ter anunciado sua saída da Fórmula 1 ao final da atual temporada, a Honda ainda estará presente transferindo sua tecnologia para a Red Bull, que fabricará motor próprio, e não descarta um retorno à categoria após cumprir sua principal meta de reduzir as emissões de carbono, de acordo com seu diretor Masashi Yamamoto.
A marca focará na eletrificação das unidades de força ...Continue lendo

leia

A Honda pode estar de saída da Fórmula 1 no final deste ano, mas está fazendo de tudo para garantir que sua despedida seja a melhor possível, com os títulos de Max Verstappen e Red Bull. Por isso, a montadora japonesa não poupa esforços, e revelou que introduziu uma atualização adiantada em seu motor para o carro do holandês em Spa-Francorchamps.
A Red Bull se encontra em uma disputa ...Continue lendo

leia

A Honda afirmou que a experiência "difícil" que teve em seu retorno à Fórmula 1 em 2015, quando reiniciou a parceria com a McLaren foi fundamental para que a montadora tivesse a evolução necessária para torná-la uma candidata ao título em 2021.
A montadora está ajudando a Red Bull na luta contra a Mercedes pelo título neste ano, antes de sua saída do esporte no final desta ...Continue lendo

leia

Em 15 de setembro de 2017, McLaren e Honda anunciaram que sua complicada parceria na Fórmula 1 terminaria, e agora os dois sorriem. Depois de três campeonatos de avarias, dificuldades e enfrentando problemas e falta de soluções, equipe e montadora anunciaram que estavam se separando com sete corridas restantes naquele ano.
Na despedida, ambas reconheceram que o rompimento era melhor para ...Continue lendo

leia

Lewis Hamilton disse não achar que o favoritismo da Mercedes seja certo em Monza, palco do GP da Itália deste fim de semana, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (9). A equipe alemã chega forte ao circuito pela força de seu motor e vantagem sobre a Red Bull, que usa a unidade de potência da Honda e tem velocidade máxima menor que a da rival, o que pode ser uma desvantagem na corrida ...Continue lendo

leia

Sergio Pérez deve começar o GP da Holanda de Fórmula 1 do final do grid, depois que a Red Bull Racing optou por uma nova unidade de potência da Honda.
Será o quarto da temporada para o mexicano, e uma múltipla mudança ou elementos irão automaticamente mandá-lo para o fundo do grid.

Leia também:

F1: Verstappen confirma favoritismo e faz a pole do GP da Holanda em ...Continue lendo

leia

Apesar de abandonar a Fórmula 1 em 2022, a Honda não se desligará completamente da categoria. Além de passar a tecnologia de fabricação de seus motores para a Red Bull, equipe para qual fornece a unidade de potência, a montadora também diz ter possibilidade de patrocinar a equipe austríaca e não descarta uma volta no futuro.
O chefe da marca, Masaya Nagai, declarou à edição ...Continue lendo

leia

O final de semana de Max Verstappen no GP da Hungria de Fórmula 1 foi repleto de drama. Antes mesmo da corrida, sua unidade de potência precisou ser substituída após a Honda detectar um rachado. Agora, a montadora japonesa fará mais análises no motor para ver se é possível consertar e ser utilizado novamente.
O motor, que é o do acidente em Silverstone, correu na sexta sem problemas ...Continue lendo

leia

Max Verstappen estava usando o mesmo motor que havia batido no GP da Grã-Bretanha, 15 dias atrás, durante este fim de semana de Hungaroring.
Depois de passar por verificações após o impacto do 51G em Silverstone, além de uma avaliação adicional no treino de sexta-feira na Hungria, havia confiança de que a unidade estava em condições de continuar sendo usada.

Leia ...Continue lendo

leia

A Red Bull recebeu luz verde da Honda para continuar usando a atual unidade de potência do carro de Max Verstappen. A fornecedora da equipe da Fórmula 1 confirmou que o motor não foi danificado no acidente com Lewis Hamilton em Silverstone.
Apesar dos danos consideráveis, que a escuderia austríaca estimou ter custado mais de US$ 1,8 milhões (cerca de R$ 9,3 milhões), a fabricante deu ...Continue lendo

leia

A Honda acredita que os danos ao motor do carro de Max Verstappen causados pelo acidente com Lewis Hamilton no GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1 podem ser menores do que o inicialmente temido, mas serão necessários mais controles.
O holandês bateu nas barreiras da curva Copse na primeira volta da corrida de domingo (18), depois de se envolver em uma colisão com o rival pelo título ...Continue lendo

leia

O segundo passeio de Max Verstappen no Red Bull Ring garantiu ao holandês a vitória no GP da Áustria, aumentando a vantagem para Lewis Hamilton no Mundial de Pilotos enquanto sua equipe segue bem a frente da Mercedes entre os Construtores. Mas o triunfo do último domingo ajudou também a escrever um novo capítulo na história da Honda na Fórmula 1.
Com o GP da Áustria, a Red Bull chega a ...Continue lendo

leia

Após a decisão da Honda de sair da Fórmula 1 no final da temporada, a Red Bull anunciou em fevereiro que formaria a Red Bull Powertrains, assumindo a tecnologia das unidades de potência existentes e produção própria.
A equipe austríaca tem trabalhado na expansão de seu centro em Milton Keynes para incorporar uma nova instalação de motores, com suas unidades de potência configuradas ...Continue lendo

leia

Link to or share this page

compartilhe ou salve

Honda

Rede social


Copiar link

apenas clique no link e copie para usar o endereço em outros sites.